Vacinas salvam vidas!

 

Na data em que se comemora o dia da Vacina BCG, importante aliada na prevenção da tuberculose, uma doença que atinge o pulmão, assim como o Coronavirus, faço uma reflexão sobre a relevância das vacinas para a sociedade.

Graças a vacinação, foi possível quase erradicar diversas doenças no Brasil e no Mundo, como a poliomielite, rubéola e tantas outras. A BCG foi criada em 1921, chegou ao Brasil em 1927 e todos com acesso ao SUS, por meio das Unidades de Saúde da Família, podem tomá-la.

A vacina propiciou a humanidade um ganho substancial na longevidade, reduzindo os índices de mortalidade por diversas doenças. Mas é triste que em pleno ano de 2021, muitos ainda não confiam no poder da ciência e na eficácia das vacinas. Com isso, muitas das doses disponíveis pelo SUS, não são buscadas pela população. Como consequência, algumas doenças que pareciam erradicadas no Brasil, voltaram a registrar casos, como o sarampo, por exemplo.

É preciso valorizar as vacinas em qualquer época, e não apenas em casos de epidemias, quando o pânico já está instalado. Vacinas são prevenção!

Isso se aplica a atual situação em que vivemos, na pandemia da covid-19. Neste momento, apesar de real a comoção pela vacina, muitos querem optar por marca, devido a ideologia política e até por medo de reações adversas. O receio do novo é compreensível, mas especialistas garantem que qualquer vacina pode ter reações adversas, porém, são seguras.

Todas as vacinas aplicadas no País contra a covid passaram por testes rigorosos, todas possuem um padrão de segurança, assim como qualquer outra vacina amplamente usada pelo Sistema Único de Saúde.

E por falar em prevenção, a saúde da família em Praia Grande começou a ser planejada na década de 90, quando ainda não se falava no assunto. Sempre vi na atenção básica a solução para os problemas de saúde por meio da prevenção.

PRAIA GRANDE FOI A PRIMEIRA CIDADE DA BAIXADA SANTISTA e uma das pioneiras no Brasil a implantar o Programa de Saúde da Família (PSF), em 2001.

Lembro-me bem da primeira unidade inaugurada, a Usafa São Jorge, em 2000. Hoje são 30 Usafas e 110 equipes de Saúde da Família. É muito mais do que unidades físicas adequadas para o atendimento, são profissionais envolvidos para atender toda a comunidade de forma humanizada, inclusive na aplicação das vacinas.

Além de contar um pouco da história da Saúde da Familia em Praia Grande, publico este texto para reforçar que VACINA BOA É QUE VAI NO NOSSO BRAÇO, só assim conseguimos enfrentar esta pandemia e retomar a um novo normal.

Em Praia Grande mais de 160 mil doses aplicadas, na Baixada Santista passamos a marca de 1 milhão. É muito importante tomar a primeira dose e mais ainda segunda dose, seja de qual for a fabricante.

Seja consciente, não escolha a vacina e nem espalhe fake news sobre elas. Respeite o calendário de vacinação e tome a dose que estiver disponível no posto. Por você e por quem você ama. Vacinas salvam vidas!

1 responder
  1. Lucas Pina
    Lucas Pina says:

    Olá, primeiro parabéns pelo site novo… como professor e um iniciante no mundo da ciência e das pesquisas com o público longevo, desejo boa sorte na futura caminhada.
    Relevante seu posicionamento e pensamentos sobre as questões da vacinação. Fator importante, é combinação da vacinação com hábitos saudáveis, pois a vacina ajuda muito, sem dúvida a mais importante para defesas específicas, o corpo depois produzirá o antígeno, assim se tivermos um corpo desgastado (desgaste imunológico) ou sedentário, certo q este corpo terá dificuldades de produzir suas defesas.
    Sempre conte com meu apoio, colaboração em trabalhos sérios pautados nessa linha.
    Que Deus abençoe e proteja… sucesso sempre.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *