O projeto do primeiro Plano Diretor de Praia Grande, criado no governo de Alberto Mourão, foi estudado durante os três primeiros anos da gestão. Em dezembro de 1996 (antes de deixar o executivo), o prefeito criou a Lei Complementar nº 152, o Plano Diretor da Estância Balneária de Praia Grande para o período de 1997 a 2006.

O trabalho do primeiro mandato do Prefeito Alberto Mourão, de 1993 a 1996, foi marcado pela transformação de Praia Grande. Apesar da imagem negativa que a cidade tinha na época, devido ao desgaste causado pelo crescimento desorganizado e falta de disciplina nas posturas municipais, o desenvolvimento foi possível graças a muito planejamento e trabalho e isso foi suficiente para que o município recuperasse o orgulho dos moradores e turistas.

O primeiro Plano Diretor de Praia Grande, criado por Alberto Mourão, marcou  a transformação de Praia Grande. Apesar da imagem negativa que a Cidade tinha na época, devido ao desgaste causado pelo crescimento desorganizado e falta de disciplina nas posturas municipais, o desenvolvimento foi possível graças a muito planejamento e trabalho e isso foi suficiente para que Praia Grande recuperasse o orgulho dos moradores e turistas.

A mudança gradativa na imagem foi a maior motivação para os moradores, frequentadores e investidores que passaram a ver a cidade com outros olhos. Nesse período o município teve um crescimento em vários segmentos, especialmente na construção civil.

Para o período de 1997 até 2000, foi eleito como sucessor o então vice-prefeito Ricardo Yamauti. Graças ao plano diretor elaborado na gestão anterior, apesar das dificuldades financeiras ocasionadas pela retração na área econômica do País, foram pavimentados 45 quilômetros de vias em todo o Município e abertos processos licitatórios para pavimentar outras. Nesse período, Praia Grande também inaugurou obras.