Tratamento dentário destinado à periferia

Ainda na década de 90, o tratamento dentário para a população saltou de aproximadamente dois mil atendimentos, em 1992, para quase nove mil, em 1996. E a parte da responsabilidade pela evolução registrada no atendimento odontológico em Praia Grande deve-se ao pioneiro Sistema de Atendimento Móvel Odontológico (SAMO), criado pela Administração Municipal em 1994.

Ônibus para tratamento odontológico em 1999

O SAMO é resultado de uma parceria entre a prefeitura e uma empresa de transporte coletivo concessionária do serviço na cidade. Essa reunião resultou em dois veículos adaptados com consultórios dentários, ar condicionado e espaço suficiente para quatro cirurgiões e oito auxiliares. A capacidade de atendimento era de 40 pessoas por dia.

No período de férias escolares, o SAMO era deslocado para atender as áreas de maior concentração de população carente da cidade. Esse serviço conta também com o respaldo das multiclínicas e dos prontos-socorros.

                SIAPAS , em 199

O Siapas foi administrado inicialmente por uma empresa, com a terceirização dos serviços, de 1994 a junho de 1996. Mourão buscou os serviços de Creuza de Souza Smith, formando o setor que conduziria o sistema sob a coordenação do médico da rede municipal Walter da Costa Júnior, como apoio, de apenas mais dois funcionários, um dos quais dá plantões noturnos.

O serviço chegou a 4.014 associados, sendo o órgão gestor de um plano de saúde que, somados os dependentes deste e os aposentados, abrangeu um universo de 10.213  pessoas.

CEO- População tem acesso a diversos tratamentos odontológicos

Consultórios com equipamentos modernos

Atualmente, Praia Grande conta com o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), que operando intensamente. São cerca de 800 atendimentos realizados por mês nas especialidades em endodontia (canal), periodontia (gengiva), cirurgia oral, estomatologia, além de atendimentos a portadores de necessidades especiais e bebês.

A equipe da unidade é composta de 10 dentistas, 4 auxiliares e um auxiliar de limpeza. O CEO se tornou um centro de referência nos tratamentos odontológicos na Cidade, e é um dos polos do Programa da Residência Multiprofissional, com dois dentistas residentes.

Atendimento na USAFA

Na prática, o CEO recebe os pacientes encaminhados pelos dentistas das Usafas, quando os casos são de maior complexidade e necessitam ser tratados dentro das especialidades. Então, o paciente deve primeiramente buscar a sua unidade de saúde do seu bairro e, se houver necessidade, o dentista o encaminhará ao CEO.