Praia Grande é referência em várias modalidades

Pista de atletismo é considerada uma das melhores do Brasil

Quem imaginaria que um governante, ao assumir a gestão de uma cidade em estado de calamidade pública, iria dar atenção para área esportiva? Quando iniciou seu primeiro mandato, em 1993, a única infraestrutura que Mourão encontrou destinada ao esporte foi apenas um ginásio. Na época, as atividades esportivas e de lazer eram divididas em dois grupos, sendo iniciação desportiva, que cuidava de competições e ligas esportivas, voltadas para população dos bairros mais antigos e o grupo de recreação e lazer. Na maioria dos bairros, principalmente nos mais carentes, não havia opções de esportes e lazer.

Mais do que uma possibilidade das pessoas se exercitarem, Mourão sempre viu o esporte como parte dos processos de mudança cultural e educacional, inclusão social e desenvolvimento econômico. Foi com esse pensamento que Alberto Mourão, logo em sua primeira gestão, decidiu criar um calendário anual esportivo, planejando competições e meios para capacitar crianças e jovens para atividade física e competições. Como os Jogos Estudantis, onde os jovens competiam em diversas modalidades.

Alberto Mourão mostrou o quanto Praia Grande poderia ser reconhecida como uma cidade esportiva. O município passou a sediar não só jogos regionais, como também competições nacionais, envolvendo milhares de atletas.

Em 2007, mostrando a transformação urbana da Cidade nos últimos anos, Mourão conseguiu que o a cidade recebesse a 16° edição dos Jogos Abertos, que reúne a elite esportiva do Brasil. Na época, Praia Grande já contava com uma estrutura esportiva com dois ginásios de padrões internacionais. O ‘Magic Paula’ e o ‘Rodrigão’, e a construção de novos equipamentos, como a piscina olímpica, a pista de atletismo e mais cinco ginásios, foram decisivos para que o evento fosse realizado na Cidade.

Além da infraestrutura oferecida aos atletas e suas respectivas delegações ter despertado atenção de muitas autoridades esportivas, o projeto SuperEscola, que oferece aos estudantes de 7 a 14 anos atividades esportivas e culturais, no período oposto ao escolar, também encantou diversas pessoas.

As crianças têm a oportunidade de praticar diferentes modalidades esportivas, como esportes de quadra (vôlei, futsal, basquete e handebol), náuticos (vela, remo e canoagem), jogos de areia, judô, taekwondo, karatê, esportes de campo, atletismo, ginástica artística, surfe, tênis de mesa e natação.

A transformação do município foi tão grande que Praia Grande tornou-se referência também para os jogos da melhor idade. Por três vezes, a Cidade foi sede dos Jogos Regionais do Idoso (JORI). A primeira ocorreu em 1997. A segunda aconteceu em 2015, quando a delegação municipal conquistou o inédito título geral. Vale frisar que em 2005 e 2007, a cidade recebeu os Jogos Estaduais do Idoso (JEI), competição que reúne todas as equipes e atletas (das oito Regiões Esportivas do Estado) que obtiveram qualificação durante o JORI. Praia Grande também realiza os jogos da Maturidade, em que mais de mil participantes acima dos 50 anos, de 18 agremiações, competem em 13 modalidades: atletismo, bocha, buraco, dança de salão, damas, dominó, malha, natação, tênis, tênis de mesa, truco, vôlei adaptado e xadrez.

Suportando pressão e estabelecendo prioridades, Mourão conseguiu diversos investimentos em infraestrutura esportiva. Hoje, Praia Grande possui: onze ginásios poliesportivos com equipamentos de última geração, duas piscinas cobertas, pistas de atletismo, kart e motocross, seis espaços públicos para a prática do skate, campos de futebol, quadras de bocha e malha, quiosques específicos para escolas de esportes de praia e ampla área para a prática de esportes náuticos.

Tudo isso faz parte da estrutura que hoje torna Praia Grande referência na área esportiva. Em 2019, a Cidade recebeu o Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística Infantil e Adulta. Praia Grande foi a primeira cidade da Região Metropolitana da Baixada Santista a contar com um ginásio especialmente construído para a prática de ginástica olímpica.

Alberto Mourão pensou em todas as modalidades esportivas. A Cidade criou um plano diretor de expansão para prática de futebol, em que foram reservadas algumas áreas públicas para preservar e expandir os campos, além de transformar os locais em campos de grama sintética, pois o material é mais resistente para atividades físicas.

Praia Grande possui também em área pública, o Instituto Neymar Júnior. O espaço possui campo de futebol de grama sintética, quadra poliesportiva, quadra de vôlei de praia, academia de musculação e piscina de 25 metros.

Quando o assunto é resultado de competição, Praia Grande está entre as 17 melhores, de 645 cidades, nos Jogos Abertos do Interior, principal evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude.